Tendência Pet: sua loja está preparada?

O setor Pet (termo em inglês designado para os animais de estimação de um modo geral) é um dos setores que mais cresce no Brasil - e no mundo.

O motivo disso está, obviamente, no comportamento do consumidor. Os animais, que antes tinham a função de guarda-costas e guardiões da família, agora se tornam membros importantes da casa, com direito a dormir na cama de seus tutores e alguns até ganham cômodos especialmente dedicados em seus lares.

O cuidado que antes era curativo, ou seja, somente para tratar de algo que já estava estabelecido, se tornou preventivo. Os donos de animais de estimação estão mais preocupados com a saúde, com o bem-estar e com o conforto de seus pequenos companheiros.

Ao invés de adquirirem alimentos baratos para somente saciar a fome de seus animais, os donos de pets começaram a priorizar suas escolhas em rações mais balanceadas, brinquedos educativos e preventivos e, claro, roupas e camas da moda para o pet andar e descansar com estilo.

 

Mercado Pet em números

De acordo com o levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (ABINPET), que reúne dados próprios e também do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os dados do mercado pet são extremamente otimistas.

São mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos que vivem como animais de estimação. Estes são seguidos de aves canoras e ornamentais (37,9 milhões), peixes ornamentais (18 milhões) e demais animais com números não tão expressivos (2,2 milhões).

Segundo o mesmo informativo, o Brasil é o 2º maior país em população de cães, gatos e aves canoras e ornamentais e também o 4º maior do mundo em população total de animais de estimação.

No ranking de faturamento, o Brasil também está em excelente colocação. Em 2017, o setor pet fechou com R$20,3 bilhões, conquistando o 3º lugar entre os países com maior faturamento no setor. O Pet Food (alimentos para animais de estimação) foi responsável por 68,6% deste faturamento, seguido pelos serviços de pet shop (15,8%), pelos equipamentos, acessórios, produtos de higiene e beleza animal (7,9%) e também pelos medicamentos veterinários (7,7%).

 

Uma loja para toda a família - literalmente

Os mercados possuem uma grande vantagem sobre as pet shops: comodidade. Ao sair para comprar aquele ingrediente que estava faltando para o jantar, o cliente já encontra tudo o que precisa: desde fraldas para os filhos, passando por materiais escolares e pratos congelados, até os ingredientes mais frescos do hortifrúti.

Se sua loja oferece itens de qualidade para toda a família, porque não incluir esses novos integrantes no pacote? Desta forma você conquista ainda mais o cliente, oferecendo mais uma solução que ele precisava - e ainda lucrar muito em cima disso.

 

Mercado x Pet Shop - como conquistar os clientes

Não vamos nos enganar: as pet shops estão bem estabelecidas. Para conquistar este cliente que consome bastante, você precisa competir com elas e estar de olho em seus movimentos e inovações. Veja como:

 

- Invista em tendências

Os donos de pets não querem mais qualquer coisa, eles estão em busca de qualidade. Observe as tendências do mercado, as roupas, alimentos e brinquedos da moda. Pesquise qual a melhor areia de gato que está sendo comercializada, qual a marca de brinquedos mais escolhida e qual alimento medicamentoso mais procurado atualmente. Ofereça opções de qualidade e você conquistará esse público.

 

- Trabalhe itens de conforto e moda

A maioria dos varejistas aposta nos alimentos e outros produtos com mais saída, como os petiscos e comidas húmidas. Mas este perfil de cliente adora produtos para deixar o seu pet cada vez mais feliz e confortável. Investir em camas, roupas e outros acessórios de qualidade é um excelente caminho para conquistá-los.

 

- Brinquedos e petiscos são indispensáveis

Para cada pai que leva uma guloseima de lembrança para o filho, também existe um dono de pet que leva petiscos para o seu animalzinho. Adquira produtos de qualidade e invista em itens naturais. Cada vez mais cresce a preocupação entre os donos de animais pelos alimentos altamente industrializado. Será mais um diferencial em sua loja!

 

- Abra espaço para a variedade

Sabemos que existem certas marcas que já conquistaram as gôndolas dos mercados, mas será que essas são as mesmas escolhidas pelo consumidor exigente do pet shop? Pesquise o comportamento dos consumidores de sua região e dê espaço para marcas e produtos que não existem em outros mercados, mas que você vai passar a oferecer!

 

- Experimente as embalagens maiores

Em embalagens maiores, o dinheiro do cliente vale muito, pois o valor do quilo sai mais em conta para ele. Se este deseja comprar para o mês inteiro ou possui mais de um animal de estimação, dificilmente irá compensar adquirir pacotes de até 3kg, comumente vendidos em supermercados.

Onde este cliente vai para adquirir embalagens maiores? Isso mesmo, para a pet shop. Experimente adquirir embalagens grandes, de até 10kg, e veja a aceitação de seu público. Certamente você irá inovar entre os mercados e conquistará o respeito dos donos de pets.